Arquivo da tag: Mulher

alianças de casamento

Como escolher as alianças de casamento


Os planos para o futuro do casal começam a ser traçados assim que a noiva é pedida em casamento.

Esse momento é, por muitas vezes, um dos mais importantes do relacionamento a dois. Isso porque ele vai ficar eternizado na memória, e vai mostrar principalmente a noiva, o quanto o noivo pode ser criativo, romântico e apaixonado.

A escolha da aliança que vai acompanhar o casal no período do noivado deve ser feita de acordo com a personalidade de cada um, afinal, ela é o símbolo da união e comprometimento entre eles.

Além do modelo, qualidade deve ser levada em conta

A forma como a noiva vai ser pedida em casamento conta tanto quanto a aliança. Por mais que o casal não seja do estilo mais romântico, toda mulher gosta de ser surpreendida positivamente. Além da escolha do modelo em si, o noivo deve se preocupar com a qualidade do material. A aliança, a princípio, será usada pelo resto da vida, então deve ter material puro e durável.

Modelos para diferentes tipos de casais:

  • Tradicional: modelos familiares ou uma aliança de ouro amarelo e grossa;
  • Romântica: escolha uma peça que simbolize algum momento importante;
  • Básica: anel simples e limpo;
  • Sofisticada: peças desenvolvidas exclusivamente para o casal.

Lembre-se que mulheres enjoam fácil de peças muito marcantes, por isso, a dica é não exagerar nos detalhes.

Aliança, um alvo dos fotógrafos de casamento

Para o dia do casamento muitos noivos constumam apostar em outras alianças.

No momento do sim, a aliança assim como o beijo fica em máxima evidência, sendo elemento alvo dos fotógrafos de casamento. Por isso, não economize nesse quesito.

Assim como as de noivado, as alianças de casamento vão acompanhar os noivos por toda a vida a dois, e toda vez que eles olharem para elas, vão lembrar do compromisso de amor e união assumidos no dia da cerimônia.

sexualidade e gravidez

9 mitos sobre sexualidade e gravidez

No artigo de hoje vamos desvendar mais alguns mitos, desta vez sobre a sexualidade e a gravidez.

Para quem ainda não teve a oportunidade de ver, há alguns dias atrás mostramos 8 mitos sobre o corpo o humano, que fazem com que muitas vezes as pessoas ficarem iludidas sobre a verdadeira realidade das coisas.

Hoje vamos revelar algumas curiosidades sobre mitos que existem sobre vários aspectos da sexualidade e da gravidez.

O esperma é rico em calorias?

O esperma é constituído por água, sódio, vitamina C, potássio, proteínas, entre outros constituintes. Apesar do que se diz, o esperma contém apenas entre 5 a 7 calorias, pelo que não se pode considerar rico em calorias!

Os homens pensam em sexo de 7 em 7 segundos?

Apesar de estar provado que os homens pensam em sexo mais vezes do que as mulheres, seria errado pensar que os homens pensam em sexo 57 mil vezes por dia, enquanto estão acordados! Estudos do Instituto Kinsey revelam que os homens pensam muito mais em sexo que o sexo feminino, mas tal não acontece com tanta frequência!

É possível engravidar fazendo sexo dentro de água?

Tal como acontece fora de água, existe sempre a possibilidade da mulher engravidar se fizer sexo dentro de água, principalmente se não existir qualquer tipo de protecção. De todas as formas, estar dentro de água não potencia a probabilidade da mulher ficar grávida!

Preservativos coloridos

O preservativo protege de todas as doenças sexualmente transmissíveis?

Acreditamos que a maioria das pessoas sabe que o preservativo é muito eficaz na prevenção da maioria das doenças que se transmitem sexualmente. De todas as formas, e como este não conseguem cobrir toda a zona genital, não consegue ser 100% eficaz no combate de todas as doenças que se transmitem nas relações sexuais.

Durante a menstruação não existe o risco de engravidar?

Apesar de existir muito menos probabilidade da mulher ficar grávida durante o período da menstruação, isso não é de todo impossível de acontecer. Normalmente e num ciclo normal e regular, a mulher ovula duas semanas antes do período. No entanto, o óvulo pode permanecer alguns dias no útero ou na trompa de Falópio. Com isto, a ovulação pode ser afectada ou não acontecer. A mulher pode ovular-se mais perto do período e após o óvulo ser fertilizado, este consegue sobreviver.

É possível adivinhar qual o sexo do bebé?

Há quem diga que a barriga estar mais em bico ou mais redonda determina o sexo do bebé. Outros dizem que é o facto da barriga estar mais ou menos descaída; ou ainda a grávida estar com mais ou menos azia… e entre tantas outras dicas e suposições! Apesar de existirem dezenas de especulações sobre isto, nada está comprovado cientificamente. Uma coisa é certa, não fica assim tão difícil de acertar, já que só existem duas hipóteses: ou é menina ou é menino!

Uma curiosidade: num estudo feito com 64 mulheres, chegou-se à conclusão que as mulheres que tiveram mais azia, tiveram bebés com mais cabelo…

Bebé rapaz, menino, criança

Para ter um menino, o ideal é acontecerem relações sexuais a meio do ciclo

Apesar de alguns estudos revelarem que o sexo do bebé possa estar relacionado com a altura do mês em que o óvulo é fertilizado e que predominou o sexo masculino em concepções feitas perto da ovulação, investigações mais aprofundadas concluíram que os resultados são muito díspares, concluindo que afinal não existe uma relação directa entre a altura do mês e o sexo do recém-nascido.

Andar de avião é prejudicial para o bebé?

Estudos revelam que até às 36 semanas de gestação as grávidas podem andar de avião, não existindo qualquer risco para o feto. Apesar de alguns especialistas defenderem que existe um maior risco para as grávidas de sofrerem tromboses venosas ou flebites quando andam de avião, a realidade é que qualquer outra pessoa corre o mesmo risco.

Gémeos aparecem geração sim, geração não

Apesar de existirem famílias onde aparecem mais frequentemente gémeos, não existe qualquer relação entre as gerações e a frequência de aparecerem gémeos numa determinada geração. Além do mais, um óvulo fertilizado ser dividido em dois acontece por mero acaso e ainda não é conhecido pela parte científica qual o gene responsável por tal acontecimento.

pulseira de relógio

Os cuidados na escolha da pulseira de relógio ideal

A pulseira de relógio é um artigo do vestuário unissex que não sofre muitas alterações ao longo do tempo.

Esse tipo de artigo é utilizado em muitas ocasiões especiais que acontecem com pouca frequência ou que se concentram em alguns períodos do ano, como o período de férias de celebrações em empresas, formaturas ou eventos de fim de ano.

Em geral, as pulseiras de festa têm tons acetinados neutros que combinam com as bolsas, correias, colares, brincos e braceletes.

Também é obrigatório combinar com as roupas sociais e e que se adaptam a qualquer situação. As bolsas de festa precisam reunir duas características principais – elas devem ser pequenas e delicadas.

Já que o mais comum é ter apenas uma no armário, a mulher pode investir um pouco mais na compra do produto, optando por opções com melhores acabamentos e com acessórios agregados que valorizam o visual.

Para quem não quer investir muito, existem opções de pulseiras para relógio no mercado que podem ser encontradas por um preço acessível às consumidoras.

Apesar de sua discrição, a pulseira para relógio pode ter um papel fundamental na composição do look. A escolha ideal deve levar em consideração fatores como os tons e o tipo de tecido da roupa.

Embora não sofra com as mudanças nas tendências de moda, as pulseiras também podem seguir algumas regras atuais e as mais buscadas são as clássicas de couro.

A pulseira, tal e como a bolsa não precisam ter a mesma cor do vestido, mas as cores têm que conversar entre si. Deve-se ter cuidado ao escolher bolsas com acessórios e bordados para o uso com roupas com acessórios e bordados, pois o excesso de informação pode prejudicar o visual.

Para quem tem dúvidas, pode optar por escolher um modelo prata liso. A cor prata vai bem com uma grande variedade de estilos e certamente é a cor preferida das mulheres.

O modelo mais comum para festas, são os que combinam tons de metal, mas é possível encontrar outros que se adequam bem a todos os estilos de roupa.

Por ter um tamanho reduzido, as pulseiras para relógios finos, ou de luxo, também chamam muito a atenção. Embora seja menor, como diz o ditado, é nos menores frascos que estão os melhores venenos. 

Sneaker

Tênis Sneaker


A cada temporada ,os estilistas criam tendências que em pouco tempo são adotadas pelas fashionistas e deixam a gente morrendo de vontade de testar.

Porém, dá um friozinho na barriga na hora de incluir estes hits na produção,né?

E com o tênis que tem um salto interno,acoplado à palmilha – criação da estilista francesa Isabel Marant e copiado no mundo todo- não é diferente.

Bastou o modelo aparecer nos pés da Emma Watson e Beyoncé, para se transformar em um objeto de desejo.

Mas o que você pensa dos sneakers? Muitas gente torce o nariz… Fato é que eles resolveram um dilema bem antigo. Ou vai dizer que nunca dispensou o combo short + tênis por dó de abrir mão do efeito Diva pode oferecer? Pois é, isso é coisa do passado!

Confira algumas dicas de como usar esta peça curinga, perca o medo de ousar e arrase no street style, garota!

Como o tênis é grandalhão, combine-o com uma calça skinny, legging ou short curtinho para equilibrar a silhueta e não ficar exageradamente grande.

Nem pense em usá-lo com a calça flare (conhecida também como boca de sino).

Nada de ir com seus sneaker a festas mais sociais, porque, por mais que ele seja uma peça da moda e tenha salto alto,continua sendo tênis.

Combine-o com looks street ou esportivos. Invista em peças com moletons, malhas, jaquetas de couro e colares. Evite cintos e bolsas com alças usadas na transversal.

Para usar o sneaker com meia, escolha a meia-calça de cor neutra ou uma soquete básica.Aquelas que aparecem mais, tipo as que vão até o tornozelo ou joelho,ficam estranhas com este modelo de tênis e podem dar impressão de pernas encurtadas.

Lembre-se: caso seu sneake seja bem colorido, as roupas devem combinar com as cores do sapato ou ser de tons neutros ( como o preto e cinza, por exemplo).

Dia Internacional Da Mulher

O Dia Internacional Da Mulher

Veja neste artigo tudo sobre o Dia Internacional da Mulher

O Dia Internacional da Mulher é celebrado a 8 de Março. É um dia comemorativo para a celebração dos feitos económicos, políticos e sociais alcançados pela mulher.

A ideia da existência de um dia internacional da mulher foi inicialmente proposta na virada do século XX, durante o rápido processo de industrialização e expansão económica que levou aos protestos sobre as condições de trabalho.

As mulheres empregadas em fábricas de vestuário e indústria têxtil foram protagonistas de um desses protestos em 8 de Março de 1857 em Nova Iorque, em que protestavam sobre as más condições de trabalho e reduzidos salários.

Existem outros acontecimentos que possam provar a tese como o incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist, que também aconteceu em Nova Iorque, em 25 de março de 1911, onde morreram 146 trabalhadoras. Segundo esta versão, 129 trabalhadoras durante um protesto teriam sido trancadas e queimadas vivas. Este evento porém nunca aconteceu e o incêndio da Triangle Shirtwaist continua como o pior incêndio da história de Nova Iorque.

Muitos outros protestos se seguiram nos anos seguintes ao episódio de 8 de Março, destacando-se um outro em 1908, onde 15.000 mulheres marcharam sobre a cidade de Nova Iorque exigindo a redução de horário, melhores salários, e o direito ao voto.

Assim, o primeiro Dia Internacional da Mulher observou-se a 28 de Fevereiro de 1909 nos Estados Unidos da América após uma declaração do Partido Socialista da América.

Em 1910, a primeira conferência internacional sobre a mulher ocorreu em Copenhaga, dirigida pela Internacional Socialista, e o Dia Internacional da Mulher foi estabelecido. No ano seguinte, esse dia foi celebrado por mais de um milhão de pessoas na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça, no dia 19 de Março. No entanto, logo depois, um incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist mataria 140 costureiras; o número elevado de mortes foi atribuído às más condições de segurança do edifício. Além disto, ocorreram também manifestações pela Paz em toda a Europa nas vésperas da Primeira Guerra Mundial.

No Ocidente, o Dia Internacional da Mulher foi comemorado durante as décadas de 1910 e 1920, mas esmoreceu. Foi revitalizado pelo feminismo na década de 1960. Em 1975, designado como o Ano Internacional da Mulher, a Organização das Nações Unidas começou a patrocinar o Dia Internacional da Mulher.