Diretório de Artigos

A história do Brigadeirão


Você já parou para pensar por que o brigadeirão é chamado assim?

O nome se deve ao brigadeiro Eduardo Gomes, que foi candidato à presidência da república em 1945 e 1950.

Aos 20 anos Eduardo Gomes ingressou na aeronáutica, já formado foi um dos sobreviventes da Revolta dos 18 do Forte no ano de 1922, primeiro movimento militar armado no Brasil.

Em 1941 com a criação do Ministério da Aeronáutica, Eduardo Gomes foi promovido a Brigadeiro, uma das patentes mais altas na época.

Em 1945 saiu derrotado pelo general Eurico Gaspar Dutra, ministro da Guerra de Getúlio Vargas e em 1950, se candidatou as eleições presidenciais novamente e seu adversário foi o próprio Getúlio.

Eduardo Gomes era um homem bonito,  ao contrário de Vargas, por isso seu slogan de campanha foi “Vote no Brigadeiro, que é bonito e é solteiro.” Mesmo com o sucesso da campanha saiu derrotado de novo.

Mas a historia do doce “brigadeiro”, que mais tarde virou um bolo com o nome próprio de “brigadeirão”, e o seguinte; Para arrecadar dinheiro para a campanha de Eduardo Gomes em São Paulo, sua esposa preparou uma massa doce a base de leite, ovos, manteiga, açúcar e chocolate para servir aos convidados. 

Fazia tanto sucesso que quando havia uma nova festa, os cabos eleitorais e amigos próximos se referiam a festa ao “doce do Brigadeiro”. Depois o nome teria sido simplificado para o “brigadeiro”.

O leite condensado fazia sucesso na época, substituía o açúcar em várias receitas, inclusive a receita original do pudim, que é portuguesa, era com açúcar e não leite condensado.

Com o tempo, o brigadeiro foi ficando cada vez melhor. Para enfeitá-lo e deixá-lo mais saboroso, foi inventado o chocolate granulado. Depois, outras receitas foram criadas a partir da original inclusive o “brigadeirão”.

O “brigadeiro” é um docinho de festa muito apreciado em todo o Brasil. Ele é conhecido em muitos países como “trufas brasileiras”, pois a textura macia e delicada do chocolate faz lembrar as trufas francesas, embora o “brigadeiro” seja bem mais doce que elas.

Os “brigadeiros” eram sempre servidos nas festas infantis, logo depois da hora do bolo e após cantar o “Parabéns”. Hoje em dia, o protocolo foi quebrado e as crianças (de todas as idades) liquidam os “brigadeiros” que enfeitam a mesa do bolo bem antes da hora programada.

Desde 1984 o Brigadeiro Eduardo Gomes é patrono da Força Aérea Brasileira.

No programa “Mais você” de Ana Maria Braga o papagaio Eduardo resumiu na onda do slogan do brigadeiro o que o brigadeiro significa: “Viva o brigadeiro, produto brasileiro, que é bonito, gostoso e maneiro”.

Agora só falta você fazer e se deliciar com o “brigadeirão” que receitas não faltam.

Compartilhe este artigo...

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on pinterest

Veja também...