Diretório de Artigos

Etiqueta para Controle de Patrimônio – Qual material devo usar para uma durabilidade em longo prazo?

Etiquetas e Placas de Patrimônio são utilizadas para identificar e rastrear móveis, equipamentos de informática, ferramentas de trabalho, auto veículos, etc.

O material escolhido para a confecção de Etiqueta para Controle de Patrimônio dessas placas deve garantir que a mesma permaneça no bem etiquetado e que a qualidade da impressão seja preservada no decorrer dos anos de uso desse objeto, mesmo se sujeita a condições extremas de limpeza e situações climáticas adversas.

A escolha de material adequado somado à tipologia de impressão adequada será fundamental para garantir uma solução de controle patrimonial permanente e de qualidade inalterada ao longo dos anos.

Para a confecção de placas para controle de ativo imobilizado eficientes devemos considerar as seguintes características:

  • Qual a superfície: onde serão fixadas as etiquetas de patrimônio: lisas, enrugados, jateadas, materiais orgânicos (tipo madeira, plásticos) ou não;
  • Qual a Geometria: da superfície: plana, curva, irregular;
  • Qual a Exposição desse ativo: interna ou externa, sujeito a severas condições climáticas tipo sol, chuva, umidade.

Respondidas as perguntas acima passamos a fase de escolha do tipo de fixação ideal para as nossas placas para controle de ativo fixo.

Essa fixação se dá de duas formas:

  • Adesivo 3M: O qual é aplicado na etiqueta e a mesma é colada nos bens a serem identificados;
  • Parafusos ou Rebites: Neste caso são realizados furos no corpo da etiqueta que proporcionarão a fixação através dos rebites ou parafusos.

Impressão em Alta Definição

A qualidade de impressão em alta definição contribui diretamente para a durabilidade da precisão durante a leitura dos dados impressos em cada etiqueta patrimonial.

A aplicação de uma película de proteção garante uma excelente durabilidade da impressão e a legibilidade do Código de Barras ou o QR Code inalteradas ao longo do tempo.

Essa película de proteção irá garantir as placas para controle de ativo fixo uma resistência maior ao envelhecimento, exposição aos raios UV e produtos de limpeza.

Características técnicas de cada matéria prima para a confecção das Etiquetas de Patrimônio  

  • Etiqueta Patrimonial em Alumínio: O material Alumínio anodizado possui alta resistência e durabilidade, uma Etiqueta Patrimonial em Alumínio é ideal  para condições de trabalho severas que exigem resistência a abrasão e produtos de limpeza.
  • Etiqueta Patrimonial em Aço Inox: Material de alta resistência e durabilidade, uma Etiqueta Patrimonial em Aço Inox é ideal para condições de trabalho severas, o Aço Inox enfrenta com ótima resposta o contato com substâncias corrosivas e produtos de limpeza pesada entre outros.
  • Etiqueta Patrimonial em Policarbonato: Material de alta resistência e durabilidade, uma Etiqueta Patrimonial em Policarbonato  é ideal para condições de trabalho severas e pode ser exposta a grande variação de temperatura sem danos no material.
  • Etiqueta Patrimonial em Poliéster: Material muito flexível, de alta resistência e durabilidade, uma Etiqueta Patrimonial em Poliéster é ideal para as mais variadas condições de trabalho.
  • Etiqueta Patrimonial Destrutível: Uma Etiqueta Patrimonial Destrutível oferece a garantia da impossibilidade da remoção e reutilização da mesma etiqueta em outro objeto.
  • Etiqueta Patrimonial Void: Uma Etiqueta Patrimonial Void oferece a garantia da impossibilidade da reutilização da mesma etiqueta em outro objeto, pois a mesma quando removida deixa na superfície onde foi aplicada a escrita VOID e a etiqueta removida terá espaços vazios com a escrita VOID.
  • Etiqueta Patrimonial em Papel Couchê: Uma Etiqueta Patrimonial em Papel Couchê oferece um grande benefício com relação ao custo do material, porém devemos estar atentos ao local de aplicação destas etiquetas. O papel couchê possui ótimo desempenho em aplicações onde o objeto identificado não será exposto a condições severas de trabalho.
  • Etiqueta Patrimonial em Bopp: Uma Etiqueta Patrimonial em Bopp apresenta uma boa resistência ao contato com umidade e boa resistência contra rasgos. O Bopp possui ótimo desempenho em aplicações onde o objeto identificado não será exposto a condições severas de trabalho.

Agora que sabemos todos os detalhes a serem analisados para a correta escolha das nossas placas para controle de ativo fixo, como a tipologia da superfície onde será instalada, qual a geometria dos bens e qual o tipo de exposição climática será submetido esse bem a ser etiquetado, podemos proceder com a escolha do material mais adequado a necessidade de tal aplicação.

Analisando os dados acima descritos e as características técnicas de cada material teremos uma escolha tecnicamente assertiva e eficiente.

Marceli Oliveira
CEO co-founder Atlantika Etiquetas

Você também pode gostar Seis passos para atingir as suas metas de vendas

Compartilhe este artigo...

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on pinterest

Veja também...